Reflexões de um cinema com a filha – Moana: Um Mar de Aventuras

Para quem ainda não assistiu o filme ‘Moana: Um Mar de Aventuras’ recomendo, muito interessante e bem produzido!

Mas o que queria compartilhar são alguns princípios de liderança extraídos do filme Moana que achei de muita valia. Uma liderança feminina para se inspirar!!

1º – Moana não assumiu a liderança assim que soube o que lhe aguardava seu pai a conduziu aos poucos dentro do processo lhe mostrando como fazia para conduzir o povo! A autonomia foi sendo dada de forma paulatina. Para liderar permita-se ser liderado.

2º – Moana, apesar de ter sido escolhida ainda criança, esperou o tempo correto para que assumisse o lugar que lhe cabia. Todo líder que é bem forjado deve saber a hora de “entrar em campo”. Orientada pelo seu pai, foi sábia, ouviu, observou, ficou atenta, e na hora devida tomou as rédeas da situação. Tenha paciência pois a ansiedade pode fracassar todo projeto.

3º – Assim que assumiu já se deparou com um problema muito grande. Diante da gravidade do problema não retrocedeu. Não retroceder naquilo que Deus te chamou para fazer é um desafio. Dificuldades, turbulências, dúvidas, questionamentos é que o que se espera na jornada de todo Líder em constante formação, por isso não retroceda!

4º – Ela precisou ousar para resolver o problema, enquanto todos, inclusive seu pai (devido a experiências passadas frustrantes) diziam para não ultrapassar o recife, ela olhou além, e como uma boa Líder arriscou! A função do líder é muitas vezes enxergar o que a maioria não está vendo, e ser ousado suficiente para agir em meio as pressões externas negativas.

5º – Moana, ainda nos deu uma lição de profunda humildade, se colocando a aprender com quem estava numa “posição” de subordinado na missão, que no caso era o Maui. Mesmo ele sendo um cara forte, conhecido, com vários poderes, a escolhida pelo Mar era uma menina, sem aparência de guerreira, sem porte físico, sem muita experiência, sem muita idade, sem saber remar, para liderar uma missão perigosíssima no mar, e resgatar a vida de um povo em trevas! Duas lições podemos tirar: a primeira é que Deus em muitas situações escolhe os marginalizados, os despossuídos, os humildes, os desprovidos de qualquer aparência de líder para conduzir e influenciar seu povo. Por isso cuidado ao julgar pela aparência, pois o próprio Cristo era sem formosura, e de origem pobre, veio de forma subversiva para conduzir seu Povo, e terminou como um amaldiçoado em uma Cruz. O caminho às vezes não é tão óbvio como pensamos. O outro ensinamento é da disponibilidade da Moana em aprender com Maui sobre navegação, mesmo sendo a Líder ela estava disposta a aprender, ou seja, esteja sempre de ouvidos abertos para o que o outro tem a ensinar, seja humilde para ser corrigido e exortado independente de quem seja!

6º – No meio do percurso, devido aos grandes desafios e problemas encontrados no alto mar, ela entra em crise e questiona se era realmente escolhida e capacitada para realizar tão missão (a de devolver o coração de Tefit). Em seus conflitos, por um instante, resolve abandonar todo o projeto, pois não se sentia capaz para completar o que estava sendo proposto. No entanto, depois do momento introspectivo e avaliativo de tudo que havia passado, de tudo que já lhe havia dito, ela percebe que estava completamente enganada. Percebe que estava no lugar certo, na hora certa, fazendo o que tinha que ser feito. Todo líder passa por crises, pensa em desistir. Questionar-se sobre sua capacidade e seu chamado, isso tudo faz parte. Não crie uma expectativa de liderança perfeita, não ache que pensar em desistir te faz pior. Líderes devem saber suas fraquezas e as reconhecerem, não devem ter medo de errar, ou pedir perdão. Pelo contrário, tais coisas frequentemente fazem parte na vida de todos que lideram.

7º – Depois de retomado o seu posto Moana seguiu adiante, porém agora estava só, pois seu parceiro Maui havia lhe deixado. Nesse momento ela passa por uma importante provação: a de ter seu braço direito desistindo da Missão e da Visão; aquele que era seu grande companheiro na jornada, aquele que era suporte para o cumprimento da missão a abandonou sozinha no barco. Mesmo diante disso ela continue perseverante na Visão que ela tinha sobre o seu papel e objetivo! Ao persistir seu companheiro se arrepende e retorna para ajuda-la novamente na missão. Moana poderia ter se colocado em uma posição rancorosa e recusado a ajuda de Maui, afinal na hora que ela mais precisou ele não acreditou na Visão e a deixou na mão. Porém ela agiu com humildade e misericórdia, aceitando prontamente a ajuda do seu parceiro. Em toda caminhada de liderança a chance de que pessoas te abandonem no meio do caminho é grande, o importante é você ter a convicção da Visão que Deus estabeleceu a você, e ser perseverante. Deus é o Pai que não pula do barco quando as grandes ondas parecem nos afundar, Ele é aquele que permanece deitado no convés esperando a tempestade acabar para nos acalmar e mostrar que sempre esteve ali. Haja sempre com misericórdia e humildade, pois esse é nosso exemplo de liderança, não tome atitudes na base do ressentimento, aceite os que não acreditaram em você e, receba de volta, inclua na missão novamente e continue caminhando em busca de unidade.

Em suma, não idealize uma vida de liderança.

Líder não é o que aparece mais, o que tem mais conforto, o que não passa por crises, o que não erra o que possui super poderes, o que sabe de tudo. Ao contrário, um bom Líder é: o primeiro que serve, o primeiro que sofre o último que corre, o que busca aprender com os erros, o que reconhece seus limites, o que não se acomoda com o que sabe, o que esta disposto a arriscar sua vida e reputação em prol do outro, o que persevera em um projeto maior que sua ambições pessoais!

Paz e Bem

Escrito por Pedro Muniz (pastor, empresário, marido apaixonado e pai babão de 3)

Faça como o Pedro, junte-se a nós na comunidade #vidaboadepai! Se você tem interesse em compartilhar momentos, inspirar outros pais, contar histórias ou fazer um depoimento, envie então um e-mail para: eutenho@vidaboadepai.com.br. Iremos ler, responder e se você quiser, contar a sua história aqui no blog Vida Boa de Pai.

Comentários do Facebook

comentários

Comente aqui