Qual é o verdadeiro presente?

Estou vivendo momentos intensos na área da saúde em minha família. O que tem me levado a reavaliar as coisas, a maneira de olhar a vida e as pessoas. Há muita maldade no mundo e cada dia mais o “cada um por si”, se torna mais forte e real no nosso dia a dia. E assim tá fácil perguntar: Qual é o verdadeiro presente nessa vida?

Uma situação que aconteceu comigo nessa última quinta-feira, levou-me a colocar mais ingredientes na minha reavaliação da vida. Meu pequeno filho de 7 anos, Daniel, queria muito ver “Os Minions” o filme e consegui uma janela no meu horário nessa grande correria da vida.

minions

Por favor, me acompanhe nessa pequena novela…

Estava com pouco dinheiro em mãos e para melhor maximizar meus recursos, decidi adquirir um bilhete promocional em um supermercado para assistir ao filme com o Daniel meu filho. Fiz tudo como manda o figurino, acessei o site do shopping, ”entrei” no cinema e verifiquei horário e tipo de visualização do filme (3D ou 2D). Comprei o cartão promocional 2D, conforme constava no site e fomos para o cinema. O Daniel nesse momento não se cabia, seus olhinhos brilhavam e ficava imitando os Minions dizendo como seria legal.

Estacionamos o carro e corremos para cinema (corremos mesmo!). Enfrentamos com ansiedade a fila e quando apresentamos o bilhete a vendedora nos disse que o filme era 3D. Mostrei a ela a informação no site no meu Smartphone e ela disse que essa era a informação do site do shopping e que sempre estava errada e que eu deveria ter olhado no cinema (uma vergonha!).

Daniel percebendo a situação começou a chorar, não com “birra”, ou desespero, mas aquele chorinho doído, com aquele olhar cheio de lágrimas e “biquinho” que parte o coração de qualquer pai.

Tentei argumentar, pagar a diferença. Tudo o que eu ouvi foi: “Não posso fazer nada”.

Saí da fila, olhando para meu filho com o coração partido, não tinha dinheiro que daria para comprar novos bilhetes e não havia levado o meu cartão. Fiquei de lado e comecei a olhar no celular se havia outro cinema, foi quando aconteceu….

Sabe aquelas coisas que nos fazem lembrar que a vida é mais e que o mundo é maior do que nós mesmos? Foi isso! Um rapaz me chamou e estendeu a mão pra mim e nela tinha trinta reais. Acredita? Ele disse: “Pega meu WhatsApp, e depois me manda o dinheiro.

Fiquei boquiaberto. Anotei seu número de telefone e prometi que na manhã seguinte faria o pagamento. Ele ainda me perguntou se queria que comprasse refrigerante para meu filho! Mais boquiaberto ainda fiquei. Assistimos o filme e foi fantástico. Mas o mais incrível foi o filme que começou a rodar dentro de mim…

Contei a minha esposa e diversos amigos o acontecido e ao falar: “O rapaz nos disse…”, o pequenino me corrigiu, “não é o rapaz papai… é o Isaque”. Percebi naquele momento como aquilo marcou meu filho. Gerou nele aquela impressão do amor incondicional, que palavras não podem expressar.

Por tantas vezes tentei ensiná-lo sobre o amor, mas percebi que minha palavras e atitudes vinham mostrando mais sobre como as pessoas são rancorosas, como elas são mal educadas no trânsito e menos como viver realmente o amor.

Comecei então a me perguntar: Como tenho olhado para minha família humana? Como tenho encarado a vida? E principalmente… Como tenho ensinado meus filhos a olharem pro mundo?

Entrei em contato com o Isaque pra devolver-lhe o dinheiro, mas ele de maneira alguma quis receber o valor. Agradeci-lhe profundamente e disse-lhe que o maior presente que ele meu deu não foi o dinheiro, mas o que ele me ensinou naquele dia. Isso novamente nos levar a pensar no que realmente estamos dando a nós mesmos e a nossa família?

Obrigado Isaque por nos oferecer água fresca nessa linda jornada chamada vida e obrigado por nos lembrar que realmente recebemos quando aprendemos a dar. Um grande abraço a todos!

 

Fabrício Barbosa e filhos2

Fabrício Barbosa é pai presente, apaixonado e dedicado de dois lindos garotos. Também é acadêmico de Psicologia, Palestrante, Master Practitioner em PNL, Coaching de Vendas  e Consultor de Negócios na CDL de Goiânia. Contato com ele através do e-mail: fabriciopnl@gmail.com

 

 

Junte-se a nós na comunidade #vidaboadepai! Faça como o Fabrício Barbosa!! Se você tem interesse em compartilhar momentos, inspirar outros pais, contar histórias ou fazer um depoimento, envie então um e-mail para eutenho@vidaboadepai.com.br. Iremos ler, responder e se você quiser, contar a sua história no blog Vida Boa de Pai.

Comentários do Facebook

comentários

Comente aqui