A bondade perdida de Anakin Skywalker

Anakin Skywalker - Imagem fonte Reprodução / Internet

Anakin Skywalker – Imagem fonte Reprodução / Internet

Há alguns anos tive uma experiência surpreendente. Meu filho mais velho (Samuel, então com 5 anos de idade) e eu estávamos no MacDonald’s. Ele, assim como toda criança, estava feliz da vida abrindo o seu ‘Mac Lanche Feliz’.

Como na época estava passando Guerra nas Estrelas, o “brinde” do momento era uma caricatura do Anakin Skywalker. Meu filho olhou para o brinquedo… depois pra mim e perguntou: “O Ani era bom não é papai?”. “Sim meu filho” eu respondi. “Porque então um homem bom se tornou um homem mau?”, perguntou meu filho.

Quase engasguei com meu sanduíche quando vi aquela pequena criaturinha com uma pergunta filosófica dessas?

Lembro que tentei responder alguma coisa no momento e ele aparentou ficar satisfeito. Mas a questão não me abandou! Ao ponto de apresentá-la ao meu Pai Celeste. Bem… Ele me respondeu e continua me respondendo até hoje.

Eu me achava uma pessoa muito boa. Fiel a esposa, trabalhador, não fumava ou bebia (sei que isso não quer dizer nada, apesar um jargão popular mesmo) e frequentava a igreja várias vezes no mês. A resposta do meu Pai Celeste foi a pergunta de Jesus ao jovem rico: “Por que me chamas de bom?”.

Deus me respondeu com uma pergunta. Dois pensamentos me marcaram desde então. Não sou melhor que o Anakin. Na verdade não sou melhor ou pior do que ninguém! Todos vivemos em um mundo onde podemos sofrer perdas e vivenciar dores. Criticar alguém pela maneira como lida com sua dor é fácil, administrar nossa própria dor é outra história.

Por que o Anakin Skywalker se tornou um homem mau? Pergunta difícil e peço a Deus que em momento algum dos meus filhos ou netos me perguntem: “Por que você se tornou um homem mau?”. Mas sim que ao fim dos meus dias perguntem e busquem a resposta em Deus para: “Como e apesar de tudo que experimentou posso ver essa história de bondade na vida desse homem?”

Boa caminhada!

Fabrício Barbosa e seus filhos Samuel e Daniel.

Fabrício Barbosa e seus filhos Samuel e Daniel.

 

Fabrício Barbosa é pai presente, apaixonado e dedicado de dois lindos garotos. Também é acadêmico de Psicologia, Palestrante, Master Practitioner em PNL, Coaching de Vendas  e Consultor de Negócios na CDL de Goiânia. Contato com ele através do e-mail: fabriciopnl@gmail.com

 

 

 

Junte-se a nós na comunidade #vidaboadepai! Faça como o Fabrício Barbosa (meu xará)!! Se você tem interesse em compartilhar momentos, inspirar outros pais, contar histórias ou fazer um depoimento, envie então um e-mail para eutenho@vidaboadepai.com.br. Iremos ler, responder e se você quiser, contar a sua história no blog Vida Boa de Pai.

Comentários do Facebook

comentários

2 Comentários

  1. Aline Vasques 22 de fevereiro de 2015
    • FABRÍCIO 22 de fevereiro de 2015

Comente aqui